Resenha da semana

RESENHA: As Razões de Cris

|| 🚲 RESENHA: AS RAZÕES DE CRIS🚲||

5/5⭐

Hoje a resenha é de um livro lindo e nacional, porque eu amo hahaha!

Esta é uma história sobre vingança. Mas, para chegar ao motivo e para quem é essa vingança, somos levados a conhecer a história de Cris e suas razões, desde a infância. Cris é uma garota que desde criança conviveu com o preconceito, mas tentou sempre levar a vida da melhor maneira, passar por cima dos obstáculos e seguir em frente. Ao conhecer Pedro, Cris tinha certeza de que junto ao amigo gordinho, conquistaria o mundo. Mas os percalços poderiam ser maiores do que ela esperava.

Este é um livro forte, com temas relevantes e necessários, pois mostra a real cara do preconceito, a crueldade, o quanto as pessoas podem ser cruéis e padronizadas desde a infância. A autora tem uma escrita que acolhe o leitor, fazendo o mesmo sentir-se amigo da protagonista e sentir junto a ela, toda a dor que sua trajetória de vida lhe trouxe. Além de abordar temas como: gordofobia, bullying, preconceito racial, conflitos familiares, homofobia, poliamor, amizade dentre outros temas, o livro nos ensina de diversas formas, o quanto a vingança pode ser ruim, um círculo vicioso. Nossas escolhas afetam nossas vidas, isso é muito real em “As Razões de Cris”

Outra coisa que muito gostei no livro foi a forma real com que a autora descreve a Cidade de Santa Má, fazendo-nos apaixonar por cada pedacinho. A situação das escolas públicas é citada também, algo que achei bem diferente, por não ver em outros livros.

Os personagens são muito bem construídos. Eu odiei, amei e odiei, depois amei de novo o Pedro. Fiquei até confusa, gente!🤣
É possível perceber o traço de personalidade de cada personagem, e, sério: eu amo a Regina desde aquela cena do banheiro, sim! Empatia é tudo. Falando nisso… Um ponto forte desse livro são as cenas de tirar o fôlego! Ah, dona autora, a página 144 tá aí pra comprovar.
Sem falar que nesse livro temos o melhor/pior vilão, né? Oi, Rick cabeça de ovo?! Alerto aos leitores que os reencontros de um certo casal nesse livro farão vocês pirarem hahaha.

Este livro é maravilhoso de diversas maneiras. Não só por mostrar o quanto a vingança é amarga, o quanto afeta a nós mesmos… Mas também por mostrar a realidade que pessoas que não estão dentro dos padrões precisam enfrentar. E acredite, sempre foi assim. As Razões de Cris é um livro real, necessário e completamente diferente de tudo que eu já li! Por esse motivo, recomendo de olhos fechados essa leitura.

Encontre o livro em:

https://linktr.ee/mariafreitaslivros

Indicação de leitura

Desafio de leitura – Um amor Incômodo

Helena Ferrante vem sendo muito bem falada por vários críticos literários da atualidade, e como eu — que sou extremamente curiosa — não podia ficar de fora, resolvi experimentar ler algo dessa autora começando por “Um Amor Incômodo”. Este livro me despertou a atenção principalmente pela sinopse, que é muito intrigante e me deixou curiosa de cara! O livro tem apenas 176 páginas, então logo mais eu trago uma resenha para contar como foi minha primeira experiência com essa autora. E você, já conhecia Elena Ferrante? Confira a sinopse do livro a seguir!

Sinopse: Aos quarenta e cinco anos, Delia retorna a sua cidade natal, Nápoles, na Itália, para enterrar a mãe, Amalia, encontrada morta numa praia em circunstâncias suspeitas: a humilde costureira, que se acostumou a esconder a beleza com peças simples e sem graça, usava nada além de um sutiã caro no momento da morte. Revelações perturbadoras a respeito dos últimos dias de Amalia impelem Delia a descobrir a verdade por trás do trágico acontecimento. Avançando pelas ruas caóticas e sufocantes de sua infância, a filha vai confrontar os três homens que figuraram de forma proeminente no passado de sua mãe: o irmão irascível de Amalia, conhecido por lançar insultos indistintamente a conhecidos e estranhos; o ex-marido, pai de Delia, um pintor medíocre que não se importava em desrespeitar a esposa em público; e Caserta, uma figura sombria e lasciva, cujo casamento nunca o impediu de cortejar outras mulheres. Na mistura desorientadora de fantasia e realidade suscitada pelas emoções que vêm à tona dessa investigação, Delia se vê obrigada a reviver um passado cuja crueza ganha contornos vívidos na prosa elegante de Elena Ferrante.

Resenha da semana

RESENHA: Estesia

Olá amantes de poesia! Quero apresentar a vocês a resenha de um dos livros do gênero que mais me conquistaram: Estesia! Dessa vez não vou ficar enrolando porque quero ir direto ao ponto. Estou ansiosa para que saibam tudo que tenho a dizer dessa beleza de livro!

ESTESIA, Perla de Castro

Estesia é um livro que reúne diversas poesias românticas, melancólicas e cotidianas. O livro conta com várias reflexões da autora capazes de tirar o fôlego de qualquer um. Uma das coisas que mais me fascinaram na história é o fato do livro conseguir entrar em nosso cotidiano e adivinhar os fatos que vivemos. As poesias são repletas de acontecimentos que podem acontecer ou ter acontecido com qualquer um, capazes de fazer com que nos identifiquemos de cara. O livro tem doses de drama, humor, nostalgia e melancolia que me fizeram ficar de boca aberta. A cada nova página, descobria uma nova sensação boa e gostosa durante a leitura.

Estesia é um livro que em suas belas 137 páginas, consegue nos passar um mundo de sensações, além de nos dizer muitas coisas. Desde a primeira poesia, percebemos que a Perla não entrou no mundo da poesia para brincar, ela veio pra ficar. Além de ter uma escrita maravilhosa, a autora nos passou algo diferente e especial em cada página, em pouquíssimas linhas. Isso não é fácil, é único, especial.

É difícil citar qual é a minha poesia preferida, mas posso dizer que uma delas é a intitulada como “Calma”. Como um resumo de todos os elogios que posso fazer desse livro, posso dizer que ele é, assim Obrigada Perla, por permitir que entrasse no mundo de Estesia e por essas poesias que fazem parte do meu dia a dia!

E se você quer carregar esse livro como seu manual de instruções por aí, clica no nome do livro aqui em baixo e seja feliz!

ESTESIA

AHHHHHHH, eu fiz um vídeo com os 5 motivos que me fizeram amar este livro, tá afim de ver? Então vem comigo! 💕

CONTOS E POESIAS

A moça da janela (Conto) 

 

A moça da janela

 

Exatamente todos os dias eu passava naquele mesmo lugar, naquela mesma rua. Ali, algo sempre chamara minha atenção, melhor dizendo… Alguém.

Quando passava de carro a caminho da faculdade, via sempre uma moça na janela de uma casa da região. Não era uma garota comum, embora muitos pudessem achar; ela era diferente, tinha algo diferente. Estava sempre sorridente olhando a rua e era conhecida por sua simpatia e gentileza naquele lugar. Com cabelos negros e olhos claros, ela tinha uma beleza que impressionava de longe à todos que a viam.

Fiquei curioso. Ao investigar o que ela fazia no dia a dia, descobri que nunca saia de casa. Mas porque estaria sempre trancafiada, não saia e nem tinha amigos, se era tão jovem e bonita? Teria um pai super protetor, talvez?

No final de semana fui até a casa moça. Lá estava ela, sorridente e linda como sempre a via. Seus olhos eram ainda mais encantadores de perto, de um tom cor de mel tão claro que constrastava com o sol que invadia sua janela.

Apesar do sorriso, naqueles mesmos olhos, eu vi tristeza. Quando me aproximei ela sorriu  e perguntou o que desejava. Tentei não lhe assustar e fingi pedir uma informação que me foi dada gentilmente.

Os dias se passaram e todo final de semana eu passava na rua daquela bela moça, afim de vê-la. Certo dia, não a vi na janela, mas um leve som de notas musicais que vinham de sua casa chamou minha atenção. Aproximei-me devagar e vi que tocava calmamente um piano em sua sala. De olhos fechados, parecia sentir cada nota dentro de si.

Aquilo me encantou. Ela tocava tão bem, que me perguntei  porque não usufruía daquele belo talento que tinha. Naquele momento ela me pareceu ainda mais perfeita.

Todas as vezes que a misteriosa moça me via passar, sorria. Percebi que aquele era um sorriso diferente dos que dava a todos que lhe cumprimentava com um “bom dia”, isso me deu esperanças. Poderia estar enganado, porém era isso que precentia em seu sorriso. Ela me interessava, mas não tive coragem de perguntar seu nome nem muito menos chamá-la para sair. Porém, decidi que daquela vez, iria falar com ela.

— Olá. – Ela me diz assim que me vê aproximando – Posso ajudá-lo em alguma coisa Senhor? – diz educadamente.

— Sim, na verdade gostaria de te perguntar algo – Sorri. – Qual é seu nome?

– Meu nome é Luz Maria. – diz com um sorriso.

— Se me permite comentar, é um bonito nome. – Ela sorriu. – Posso te fazer outra pergunta?

Envergonhada, assentiu.

Olhei em seus profundos olhos que pareciam dizer tantas coisas, as quais não conseguia decifrar.

– Por que está sempre aqui dentro? Não sente vontade de sair de casa? – Perguntei, calmamente.

Ela baixou a cabeça e me olhou tristemente. – Preciso entrar. Boa tarde, Senhor – diz entrando e fechando a janela em seguida.

— Espera! — falei — O que eu disse de mal?

Fiquei sem entender o motivo dela não ter respondido minha pergunta. Luz Maria… Um nome tão lindo quanto sua dona… Durante dias aquela cena não me saiu da cabeça. Por quê ela agiu daquela forma? Era o que mais queria descobrir.

 

  *** 

Os dias se passaram até que certo dia, quando passava de carro na sua rua para ir a faculdade, uma cena me paralisou por completo. Um caminhão de mudança estava na frente da casa de Luz Maria, certamente estaria se mudando. Parei o carro a fim de vê-la e me assustei.

Ali estava o porquê dela não ter respondido a minha pergunta. Ali estava a explicação para nunca sair de casa, certamente não aceitava a condição em que se encontrava. Ela estava saindo de sua casa em uma cadeira de rodas, uma mulher ajudava-a para entrar em um carro. Percebeu a mim, que estava parado dentro do carro olhando tudo aquilo sem acreditar. Olhou-me tristemente e baixou a cabeça como se estivesse com vergonha, não me deu aquele sorriso como sempre fazia antes, vê-la daquela forma me entristeceu.

O fato de Luz Maria ser paraplégica não me fez perder o interesse em conhecê-la, pelo contrário, me preocupava o fato que  iria se mudar dali. Eu realmente queria conhecê-la, me aproximar dela e não importava o que tivesse que fazer para isso.

O carro onde ela estava deu partida e foi embora seguindo o caminhão de mudança. Seus olhos aparentavam tristeza, aquilo me causou certa aflição. De alguma forma, ela estava pensando que nunca mais voltaria a me ver, mas não seria assim. Foi neste momento que tomei uma decisão, eu iria mudar minha rota. Perdi a aula da faculdade e decidi seguir meu coração, ele me levava até ela.

E lá fui eu, até a moça da janela.

Resenha da semana

RESENHA: Estio

 

 

Abanner estio amazon

A resenha de hoje não é só de um livro. É do LIVRO.  Aquele livro que te prende do começo a o fim, que te faz suspirar, chorar, sorrir e se apaixonar. É aquele livro que se torna até mesmo importante, parte de nós. Pois é impossível parar de lê-lo. A autora Vauline Gonçalves está de parabéns. Agora sem mais delongas, vamos para a resenha né? Até porque é por esse motivo que tu está aqui hahhaha.

separador1-874062668.png

 

Estio, Vauline Gonçalves

O livro conta a história de Triana, uma moça jovem, que vive feliz com a simplicidade. Ela é muito rejeitada e maltratada por seu pai, pois após seu nascimento sua mãe não pode ter mais filhos e ele atribui essa culpa a ela. Mas um motivo que deixava seu Pai Jesus (sim esse é nome dele, que de Jesus não tem nada) irritado era que Triana não se encaixava no padrão das outras moças de sua idade.  Ao contrário das outras, não gostava de vaidade,  era bela por natureza. Muito menos passava horas e horas jogando conversa fora e esperando do seu “príncipe encantado”. Jesus era um homem amargurado, vivia sempre reclamando da vida e a pobre filha sempre sendo humilhada por ele. Seu pai tinha esperança de que ela se casaria com um homem rico, assim ajudaria ele a quitar suas contas, pois na concepção dele, ao menos isso ela devia fazer já que para nada servia. Entretanto, não era isso que desejava para si.

Em um dia de comemoração de aniversário de seus vizinhos, a jovem e sua família foram convidados e a contra gosto, ela foi. No entanto, ela teve uma surpresa quando por acaso conhece Renato Seabra; um belo e formoso homem, que fez Triana suspirar. O primeiro encontro não foi muito bom, mas em poucos dias eles já se viam apaixonados. Mas e se por um acaso Renato não fosse o amor de sua vida? E se o destino estivesse reservando outros rumos para sua vida? E olha, tenho que te dizer… esses rumos podem a surpreendê-la imensamente. Quer descobrir esses mistérios? Venha ler ” Estio” e se apaixonar por essa obra fantástica!

MINHAS IMPRESSÕES

Vou começar minhas considerações pela capa que é MARAVILHOSA. E despertou meu interesse logo de cara! Confesso que quando li a sinopse pensei que a história seria tão qual como tantos romances de época que vemos por aí, mas ela me surpreendeu em todos os aspectos. Eu definitivamente quebrei a cara!

Esse realmente é um livro que deixa qualquer um em êxtase. A escrita impecável, a trama bem desenvolvida, o enredo envolvente, além do fato de que a autora descreve minuciosamente cada detalhe, enriquecem sua história de maneira sem igual. A originalidade com que a autora criou o livro é surpreende. No decorrer da leitura, pude perceber que cada detalhe foi muito bem estudado para a composição final da história e os esforços da autora em fazer o melhor para seus leitores deu super certo. Os personagens foram bem construídos e a ambientação claramente estudada. Foram os detalhes que tornaram a história tão única.

E como se não bastasse, o final acabou nos causando uma terrível depressão pós leitura, que é o que acontece quando você já se apegou tanto aos personagens que quando acaba a ficha demora cair. E como todos sabem, são livros assim que valem a pena ler, não é mesmo? Pelo menos eu acho!

Para você que gosta de romances de época, recomendo “Estio” de ” Vauline Gonçalves “, um dos melhores livros que eu já li do gênero. Vocês iram se apaixonar, assim como eu me apaixonei.

Resenha por: Lorrayne Lima

Leia Estio gratuitamente clicando aqui: ESTIO NO WATTPAD

ou se preferir: AMAZON