Resenha da semana

RESENHA: As Razões de Cris

|| 🚲 RESENHA: AS RAZÕES DE CRIS🚲||

5/5⭐

Hoje a resenha é de um livro lindo e nacional, porque eu amo hahaha!

Esta é uma história sobre vingança. Mas, para chegar ao motivo e para quem é essa vingança, somos levados a conhecer a história de Cris e suas razões, desde a infância. Cris é uma garota que desde criança conviveu com o preconceito, mas tentou sempre levar a vida da melhor maneira, passar por cima dos obstáculos e seguir em frente. Ao conhecer Pedro, Cris tinha certeza de que junto ao amigo gordinho, conquistaria o mundo. Mas os percalços poderiam ser maiores do que ela esperava.

Este é um livro forte, com temas relevantes e necessários, pois mostra a real cara do preconceito, a crueldade, o quanto as pessoas podem ser cruéis e padronizadas desde a infância. A autora tem uma escrita que acolhe o leitor, fazendo o mesmo sentir-se amigo da protagonista e sentir junto a ela, toda a dor que sua trajetória de vida lhe trouxe. Além de abordar temas como: gordofobia, bullying, preconceito racial, conflitos familiares, homofobia, poliamor, amizade dentre outros temas, o livro nos ensina de diversas formas, o quanto a vingança pode ser ruim, um círculo vicioso. Nossas escolhas afetam nossas vidas, isso é muito real em “As Razões de Cris”

Outra coisa que muito gostei no livro foi a forma real com que a autora descreve a Cidade de Santa Má, fazendo-nos apaixonar por cada pedacinho. A situação das escolas públicas é citada também, algo que achei bem diferente, por não ver em outros livros.

Os personagens são muito bem construídos. Eu odiei, amei e odiei, depois amei de novo o Pedro. Fiquei até confusa, gente!🤣
É possível perceber o traço de personalidade de cada personagem, e, sério: eu amo a Regina desde aquela cena do banheiro, sim! Empatia é tudo. Falando nisso… Um ponto forte desse livro são as cenas de tirar o fôlego! Ah, dona autora, a página 144 tá aí pra comprovar.
Sem falar que nesse livro temos o melhor/pior vilão, né? Oi, Rick cabeça de ovo?! Alerto aos leitores que os reencontros de um certo casal nesse livro farão vocês pirarem hahaha.

Este livro é maravilhoso de diversas maneiras. Não só por mostrar o quanto a vingança é amarga, o quanto afeta a nós mesmos… Mas também por mostrar a realidade que pessoas que não estão dentro dos padrões precisam enfrentar. E acredite, sempre foi assim. As Razões de Cris é um livro real, necessário e completamente diferente de tudo que eu já li! Por esse motivo, recomendo de olhos fechados essa leitura.

Encontre o livro em:

https://linktr.ee/mariafreitaslivros

Resenha da semana · Sem categoria

Resenha: Melanie

Em Melanie, de Maxwell dos Santos, publicado em 2018, temos o prazer de nos encantar com uma belíssima história de superação. Uma garota pobre, moradora da periferia de Vitória – ES, que luta contra todas as adversidades da vida para realizar seu sonho, estudar medicina na Universidade Federal do Espírito Santo.

Maxwell dos Santos, nasceu e reside em Vitória –ES, é jornalista, licenciado em Letras pelo Instituto Federal do Espírito Santo – IFES e em história pela Uninter. Escritor de vários livros, dentre eles, 24horas de Anna Beatriz, Ilha Noiada, Empodeirando-se, entre outros.

O texto é narrado em terceira pessoa, baseado no discurso indireto livre e organizado em treze capítulos. A história nos apresenta uma personagem bastante inspiradora, Melanie, como o autor intitula o livro, é uma garota esforçada, batalhadora, honesta, inteligente e que honra os princípios que acredita. Mesmo sendo de origem humilde, ela jamais deixou de sonhar e de lutar por seus objetivos, mesmo que a sociedade elitista, capitalista e injusta em sua volta, muitas vezes a dissesse “não”.

O sonho de Melanie era se tornar médica, não escolhia essa profissão por vaidade, mas por amor ao próximo, por gostar de cuidar das pessoas. Mas sabia que entrar na universidade não seria uma tarefa tão fácil, pois o curso de medicina era o mais concorrido da UFES.
Melanie, não tinha condições de pagar um cursinho preparatório para o vestibular, então consegue aprovação, através de um processo seletivo, no Programa Universidade para todos, cursa alguns dias, mas graças ao seu bom desempenho, consegue uma bolsa no Lamarck, um dos melhores cursinhos da região, muda-se para ele e segue com foco.
Mesmo não sendo tão fácil a vida de estudante, pois as maratonas de estudo, por vezes, eram bem cansativas, tudo estava indo bem, até que uma tragédia muda toda a sua vida e a tira o foco. Um terrível acidente em um posto de combustíveis, envolvendo dois jovens alcoolizados e drogados, tira a vida do seu irmão, um garoto de 12 anos, com síndrome de Down, de sua prima e do frentista do posto. Melanie fica muito machucada fisicamente, mas a notícia da morte das pessoas que ela amava, a devastou, emocionalmente.

O romance traz algumas discussões extremamente relevantes, os desafios de jovens pobres para ter acesso à educação superior, a irresponsabilidade de jovens que misturam álcool e direção e a disputa gananciosa de cursos pré-vestibulares por alcançar cada vez mais aprovações, sem se preocupar no bem-estar dos estudantes. Além de algumas reflexões, embasadas em manifestações que ocorrem durantes a história, envolvendo o sistema de cotas, configurando explicitamente uma luta de classes, de um lado uma juventude pobre, negra e marginalizada, com escasso acesso a educação de boa qualidade e de outro uma sociedade elitista, que só pensa no acúmulo de riquezas.

Foi um grande prazer conhecer a história de Melanie, embora o livro seja de literatura infantojuvenil, acredito que qualquer faixa etária possa desfrutar dessa leitura, pois as questões apresentadas são bastante relevantes. Com uma escrita clara e bem próxima do coloquial e popular, Maxwell faz a gente se encantar em uma leitura muita natural, que nos deixa muito à vontade.

Sem dúvida, indico essa leitura a todos que buscam se encantar, se divertir e se emocionar, mas que também precisam ser provocados, é isso que Melanie faz em toda a história, nos provoca, nos tira da nossa zona de conforto, mostrando a nós e a ela mesma, que podemos mudar o fluxo de nossas vidas para realizar nossos sonhos.
Será que Melanie, após ter perdido seus familiares, terá forças para lutar pelo seu sonho? Ela conseguirá ser aprovada no vestibular? Os jovens, inconsequentes, foram punidos pelo crime que cometeram? A disputa entre reconhecer e não reconhecer as cotas universitárias continua ou acontecerá um acordo? Todas essas respostas, apenas você, leitor, poderá desvendar. Convido-te a inquietar-se com o final dessa história!

RESENHAS WATTPAD - 2018

Resenha: Jéssica

🍼RESENHA: “JÉSSICA”, Felipe Sali 👶

🍼Onde encontrar? https://www.wattpad.com/story/124664611?utm_medium=link&utm_content=story_info&utm_source=android
🍼
🍼
É uma honra pra mim falar de mais um livro do @felipesali livro este que posso dizer ser o melhor que li este ano!
Jéssica conta a história de uma garota que engravidou aos 16, se viu sozinha e teve a ajuda de alguém improvável que tornou-se seu amigo. Mas o problema é que agora Ick, seu amigo, irá para fora da cidade e Jéssica terá que dar conta de tudo sozinha. Logo quando se via tão acostumada a companhia dele. Será que ela dará conta de cuidar de uma criança sozinha, crescer profissionalmente e ainda encontrar um grande amor?

🍼
🍼
🍼
Poderia definir essa história em duas palavras: Encantadora e real.
Com um enredo bem humorado e leve, Jéssica aborda a gravidez na adolescência e traz questões importantes para reflexão, como: transtornos famíliares, relacionamento, gravidez na adolescência e amizade. O livro narrado no ponto de vista da protagonista transita pelo engraçado e o trágico, mostrando que a garota, — agora um pouco mais velha —, é bem mais que a mãe solteira inconsequente que apareceu no primeiro livro do Felipe Sali, o “Ick Perspectiva”.

No decorrer da narrativa, percebemos o quanto a personagem cresce e nos ensina sobre a difícil e mágica tarefa de ser mãe, ainda mais, ser mãe tão jovem. A narrativa é viciante, não consegui parar de ler um só minuto! Os personagens são tão bem construídos e reais que podia jurar estar convivendo com eles, sei que vou odiar alguns pro resto da vida também! Haha. Foi uma história que me encantou pela narrativa, surpreendeu pelo desenvolvimento e emocionou pelos assuntos que foram tão abordados.

Ser mãe é bem mais que dar a luz. Ser mãe é dar a vida, mesmo sem saber como dá-la. Isso eu aprendi com a Jéssica. Uma das coisas mais incríveis é como o autor conseguiu passar todos esses sentimentos da maternidade para os leitores, pude sentir cada sensação e sofrer junto com a personagem, querer bater, xingar e defender o pequeno Ícaro também! (Quem leu entende).

Jéssica é um livro encantador, que muito me ensinou sobre o “ser mãe”, além de mostrar também que na nossa vida pode ter percalços, poderemos não realizar nossos objetivos no tempo em que gostaríamos, mas que cada um tem seu tempo para realizar cada coisa. Não precisamos ter pressa, cada pessoa anda em seu próprio ritmo. E sim, é possível recomeçar, é possível ser melhor mesmo depois de ter feito tudo errado. É possível crescer depois que todos dizem que você não irá a lugar algum. Recomendo essa leitura — e de outros livros do Felipe Sali —, de olhos fechados.

Talentos da literatura nacional

Talentos da literatura Nacional – com Ricardo Henares

FALAAAAAAAAAA, GENTE! Hoje a nossa matéria/ entrevista é com um autor que já passou aqui pelo Porta com um livro maravilhoso que foi resenhado por mim: O Conquistador Nórdico, espero que gostem de conhecer o autor!

Ricardo Damião Henares tem 39 anos, é casado com a Adriana, tem uma filha de um ano, a Katellen e é supervisor de produção. O autor também é formado como técnico em materiais plásticos e trabalha na industria. Ricardo gosta muito de praticar esportes e agradeceu pela oportunidade de poder compartilhar um pouquinho dele com vocês.

Seu primeiro e único livro se chama Os Guerreiros do Norte, primeiro volume da saga O Conquistador Nórdico, da qual já falei ali em cima que resenhei aqui no Porta! 😀 O livro foi publicado em formato físico e também em e-book. O gênero é fantasia e ficção. Ricardo acredita que a positividade como mensagem é sempre importante, e apesar de seu primeiro livro da saga O Conquistador Nórdico, ser uma história violenta, podemos tirar várias coisas positivas, como por exemplo; o protagonista do livro é sempre levado a situações que o fazem enfrentar limites e quebrar barreiras,  influenciando e levando seus guerreiros ao limite da superação, já que eram um povo completamente desacreditado pelo resto do mundo, eles provam seu real valor. Podemos dizer que o protagonista tem uma liderança fundamental, para conduzir seu povo em toda a saga.

A saga O Conquistador Nórdico, tem dois diferenciais que fazem da história algo capaz de prender o leitor. O primeiro diferencial esta na narrativa do livro que alem de ser diferente do que os leitores estão acostumados, procura ser simples e direta, buscando um entendimento rápido do leitor, para assim poder trabalhar melhor o dinamismo da história, sem perder o foco da narrativa. O segundo diferencial, esta na própria saga que tem em seu protagonista (Richardson), sendo rei e também guerreiro, um homem buscando sempre o melhor para seu povo, mas também por muitas vezes cruel e sanguinário, sempre cercado por lendas e mitos a seu respeito, um homem idolatrado por seu povo, mas também odiado por muitos povos estrangeiros. Porém o autor procurou humanizar o protagonista e seus atos durante toda a trama, até porque seu único intuito é buscar o melhor para o povo nórdico.

O autor, Ricardo Henares gosta muito de aprender coisas novas e aperfeiçoar o que já conhece, e nos contou que não teria como ser diferente e não gostar de literatura. Para ele, os livros são o maior legado deixado para nossa aprendizagem, para estimular nossa capacidade de raciocínio, nossa capacidade criativa e assim nos tornarmos pessoas cada vez melhores. Concordo contigo, Ricardo!🙃

O autor ainda está no seu primeiro livro e quis falar um pouco sobre como teve a ideia da história e começou a pensar no livro. Veja o que ele disse:

“É curioso mas tudo começou após eu ter por repetidas vezes o mesmo sonho, comecei a escrever o que eu conseguia me lembrar dos sonhos que eu tinha, percebi que aquilo poderia se tornar algo mais do que um simples sonho, poderia se tornar algo que eu pudesse compartilhar com outras pessoas através de um livro. Depois comecei a escrever e as idéias começaram a fluir na minha cabeça e comecei a estruturar de forma ordenada e lógica. Trata-se de uma saga de fantasia e ficção, onde temos países e cidades fictícios, embora o titulo da saga seja O Conquistador Nórdico, não faço uso da mitologia nórdica no livro. Apenas alguns personagens com nomes de seres mitológicos, mas não tem nenhuma relação com a mitologia nórdica.”

Uau! Quem dera eu sonhar e escrever uma maravilha dessas!❤

Ricardo quis deixar uma mensagem a você escritor e aos seus leitores também:

Bom, vou mas uma vez agradecer a oportunidade de estar aqui, e posso dizer aos leitores que vão se surpreender com a saga O Conquistador Nórdico, acredito que não apenas os fãs do gênero de fantasia e guerra, mas todos que gostam de literatura, o livro é dinâmico, tem muita ação, muitos personagens, lugares diferentes, paisagens e climas que variam de acordo com cada região, povos de diferentes costumes, muitas batalhas, reviravoltas durante a trama e particularmente, gosto muito da forma como termina o livro, um final que surpreende que deixa um gancho bacana para o próximo livro.

Deixo aqui um grande e forte abraço a todos.

Com toda certeza, assim como eu, muitos irão amar essa história! Vocês podem adquirir esse livro maravilhoso nos links abaixo, como preferir ❤

Facebook do autor: Ricardo Henares

 

Livraria cultura

Chiado Editora

Saraiva

received_18390466297201691530511085.jpeg

Indicação de leitura

Livro novo! “Mais Perto do que se Imagina”

Não sou boa com banners, MAAAAAAS… O primeiro capítulo da minha história já foi publicado lá no WATTPAD e nele temos a realidade da Júlia, uma adolescente de 14 anos que sonha em ser bailarina, mas tem uns quilinhos extras. Todo mundo sabe que é bem complicado ser bailarina e que o mercado de balé é muito rigoroso, né? Como vocês acham que a Jú consegue lidar com os comentários e as dificuldades que enfrenta para realizar seu sonho? Como lidar com a realidade e não desistir do que nós queremos?

No próximo capítulo, vocês vão conhecer o Adrian; um garoto negro, que convive com uma mãe com depressão e sonha em ser bailarino desde menino, mas nunca seguiu seu sonho por receio dos comentários machistas.

Tudo isso nós vemos nesse LINKAO:
https://my.w.tt/UiNb/Pt1trGZEEI

Vambora adicionar esse livro?

Resenha da semana

Resenha: O Livro dos Mistérios

Oi gente, tudo bom? Olha quem apareceu aqui com mais uma resenha a essa hora da noite UHUUU! Hoje nós temos um livro desafiador para mostrar pra vocês. Curiosos? Então vem comigo!

O Livro dos Mistérios, 1-2-3, Jeremias Bimbatti Filho

 

 

         Estou completamente em êxtase com essa leitura. O autor Geremias Bimbatti escreveu um livro espetacular, denominado O livro dos mistérios. O livro é um pouco diferente dos demais, ele possui uma mistura de mistério, romance e drama. Conta a história de personagens diferentes e cada um com um ponto de vista oposto. O autor adiciona várias pistas no decorrer da leitura e isso se transforma em um mistério delicioso de se ler. No final da leitura você consegue desvendar todo aquele mistério, o autor faz questão de explicar cada parte, e então você pode enxergar detalhes que passaram completamente despercebidos aos nossos olhos, levando você a entender cada palavra descrita.

 

O autor usa detalhes minuciosos, que você só conseguirá perceber se estiver completamente concentrado na leitura e em cada letra escrita. As vezes lemos algo que parece ser uma simples e boba característica, mas no final você nota como aquela “ boba característica“ faz uma diferença enorme. O jeito que o autor conduz os personagens totalmente opostos, porém mais adiante todos tem relação um com o outro, é maravilhoso, sem contar a escrita impecável. Toda a trama foi muito bem elaborada, e o enredo muito bem planejado e envolvente. O autor conseguiu finalizar a história sem deixar pontas soltas, deixando tudo completamente explicado.

 

Particularmente, estou estupefata com toda a magia que a leitura oferece ao leitor, não consigo acreditar que já finalizei todo o livro. E sim, você sente falta da história. Acredite, para um livro causar esse efeito em mim ele tem que ser muito bom.

 

Se você gosta de uma leitura cheia de mistérios , aquela que te desafia a testar seu raciocínio, que te instiga, te convido a ler O Livro das Identidades, você não vai se arrepender de conhecer essa história porque ela é MARAVILHOSA!


Encontre o livro em: 

 https://www.amazon.com.br/O-livro-das-identidades-1-2-3-ebook/dp/B01MXMF52T e divirta-se lendo essa história magnífica! ❤ 


Resenha por: Lorrayne


Sobre a Escrita e afins

Por que ler livros nacionais?

E aí, gente, beleza? Hoje eu quero falar com vocês sobre a literatura Nacional. Então, brasileiros de plantão que estão vendo por um acaso dos céus este post, escutem o que tenho a falar, pois é bem importante.<3

Nós sabemos que livros nacionais não sao reconhecidos o quanto deveriam, certo? Certo. Também sabemos que existe gente boa pra cassete fora do Brasil, certo? Certo. Mas o problema está em não reconhecer o que existe aqui também. Se nós pararmos pra analisar, não são todos os livros internacionais que compramos por pura curiosidade ou porque alguém indicou que nós gostamos, assim como acontece com os livros brasileiros também. Lembrando que claro,eu depende do gosto da pessoa. Também sabemos que é muito difícil o mercado editorial no Brasil, e para um autor que não tem um “nome”, nem se fala. Só que um “nome” e um marketing bem feito não dizem tudo sobre a qualidade do produto (pelo menos na minha opinião).

Então, gente, não estou falando aqui que você tem que parar de comprar livros de autores internacionais e comprar somente de autores nacionais, não, não é isso! O que estou querendo dizer, é que aqui no Brasil existem inúmeros talentos a serem descobertos também. Nós não precisamos ver uma propaganda ou comprar um livro porque alguém indicou. Podemos sim pesquisar e conhecer essa literatura tão ampla em gêneros e linda que é a Nacional

E se você é um autor, seja lá de qual país for e não apoia os autores do seu país, tá na hora de começar a apoiar, né?! 

Então é isso galera, adorei conversar um pouco com vocês! Fiquem ligados que no próximo post vou indicar alguns livros nacionais incríveis que eu li e super indico! ❤ 😀

Resenha da semana

RESENHA: “Mais leve que o ar”

Vou começar falando que estou lendo essa história linda pela segunda vez e que ela me surpreendeu de uma maneira totalmente diferentes em ambas. Não podia deixar de dizer também que ela é tão tocante e maravilhosa que chega a bater aquela bad quando acaba. Mas vale a pena todo o esforço, acredite. Este é o livro de estreia de Felipe Sali no meio impresso, mas não é a única obra do autor. Tive o prazer de ler também — na plataforma Wattpad — o “Ick Perspectiva”, outro livro fantástico que todos deveriam conhecer.

“Mais leve que o ar” conta, pelo ponto de vista de uma garota, a história de dois jovens: Melissa e Pablo. Melissa é uma jovem druida que tem a habilidade de conjurar flores. Pablo, um garoto da alta nobreza, sonha com a proeza que nenhum homem havia conquistado: fazer um objeto mais leve que o ar voar. Mas não como um balão, que voa no seu limite de velocidade e altura e sim como uma verdadeira máquina; ágil e rápida. Juntos, os dois vão descobrir a força que o amor pode ter, mas a obsessão por um sonho pode colocar tudo a perder. Será o amor capaz de superar qualquer obstáculo?

Posso afirmar que está foi uma história que me fez refletir, aprender e pensar. E pensar muito!

Mais leve que o ar é um livro sensível, de narrativa leve e envolvente. Logo no primeiro capítulo, percebemos um ponto de virada incrível, deixando nós leitores, vidrados até o fim. O livro trata de diversos temas importantes — além do romance já presente —, e tem todo um universo por trás da história, o que nos leva a crer que há muito mais a ser descoberto.

Com personagens marcantes e únicos, principalmente o magrelo e a Vó Marga hahaha (que ficaram sempre no meu coraçãozinho de leitora fiel) compõem essa história de tirar o fôlego. Mais leve que o ar é uma fantasia que envolve amor, obsessão, sonhos e reflexões. É o tipo de livro que nos deixa uma mensagem em cada detalhe descrito e marca nosso coração com uma história forte, original e única. E, com toda certeza, ele marcou a mim de todas as formas. É com muito carinho e sinceridade que posso dizer que foi o melhor livro de fantasia que eu já li até agora.

Encontre o livro em: http://www.bancatatui.com.br

ou leia gratuitamente no Wattpad: http://my.w.tt/UiNb/hgAXswGXxE

Obs: As duas versões (a digital e a física) tem diferenças que estão presentes no caderno do próprio autor, no Wattpad. Siga o Sali por lá e conheça outros de seus trabalhos! ❤

http://my.w.tt/UiNb/I6Rv5tIrAE